Alegria compartilhada é alegria redobrada

E quando chega a sexta-feira eu já sei o que vai rolar, eu quero eles comigo. Meus amigos de longa data, aqueles que eu não vivo mais sem. Vamos nos encontrar no Bar da Tita e depois quem sabe tocar aquela viola no Danilo’s, nosso espaço público particular que foi até patenteado. O repertório? Talvez as melhores da Fresno, do CPM 22, o coral de “Royals” e os clássicos do Sandy e Junior, esses não podem faltar.

Cada um desse grupo tem o seu valor único. Eles carregam uma força fora do comum e colorem a minha essência em uma mescla de vários tons. É no meio desse turbilhão de cores, raças e credos que nos encontramos de um jeito tão especial, em nossas festas na praia, na rua, ou em qualquer lugar.

Eles fazem eu acreditar que a vida pode ser cada vez mais divertida

Sim, carregada de coreografias banhadas a Rihanna e recheada com as melhores batatas fritas que eu já comi, sim, temos um especialista entre nós. Também temos princesas da Disney, salva-vidas, profissionais da moda, músicos e mais músicos. Os galheteiros e manezinhos, namorados gêmeos, artesãos, adoradores de gatos, publicitários, praieiros e jogadores de voley.

O que seriam dos meus dias sem a gargalhada de cada um deles? Algumas mais escandalosas, outras tão engraçadas, mas sempre tão cheia de nós! Eles preenchem cada espaço vazio do meu ser e compõem minhas histórias. Como os carros atolados nas areias das praias, fantasias diferentonas nos carnavais em Laguna, Halloweens e Festas Juninas. O que seria do meu domingo sem passar aquela tarde no Parque da Tractebel, ou segurar aquela caminhada até a Pedra do Frade?

Nossa tribo, nosso mundo

Dividimos as dores e nos divertimos em nosso mundo particular. Nossas festas de aniversário surpresa, presentes personalizados com adesivos descolados, churrascos e festas cheias de empadão no Campo Bom. Além daqueles shows de nossas bandas preferidas.

São esses prédios carregados de lealdade que me fazem querer ser quem eu sou sem medo, me fazem acreditar na beleza do dia a dia, no valor dos relacionamentos e no quão importante é cultivar cada amizade.

Sempre e pra sempre eu vou lutar por nós, vou mover rios e montanhas pra fortalecer cada vez mais o que temos. São as horas, os dias e todos esses anos que fazem eu me sentir assim, amada por cada um deles.

E esse amor eu retribuo, redireciono e reciclo pra que o sentimento sempre de voltas ao nosso redor. Parafraseando Forfun consigo resumir a nossa tribo: Alegria compartilhada é alegria redobrada.

Deixe seu comentário

Deixe seu comentário