Autoconhecimento

Eu não sou obrigada

eu nao sou obrigada

Eu não sou obrigada

Já me anulei por amigos, por amores, por movimentos e por crenças. Já fui muitas coisas, mas se tem algo que não sou é obrigada. Pelo menos não sou mais!

Sempre fui a pessoa que pediu desculpas. Corri atrás, e fiz de tudo pelo bem dos outros. Fui sincera quanto a isso. Até que algumas vezes me percebi fazendo papel de boba, ao invés de boa.

Eu que achei que deveria fazer a boa moça, pedir desculpas sem culpa, e me colocar no lugar do outro. Cansei de não ter quem se coloque no meu lugar. E acabei por afastar algumas pessoas da minha vida.

O lado ruim de ser bom demais é pesado e cansa, eu não sou obrigada!

Eu não sou obrigada

Quanto mais bonzinho você for, menos pode errar com os outros. Não pode virar as costas para um discurso que não quer escutar. Não pode dizer chega, não quero, não posso, não estou afim.

Cansei de não poder falar que a opinião do outro não é a mesma que a minha sem soar como uma ofensa. Ou dizer que não quero mais ouvir a pessoa sem que isso seja o fim do mundo.

Não é egoísmo pensar primeiro em minha paz do que ter que viver agoniada com as caras feias de alguém para as minhas atitudes, para o meu não, para quem eu sou de verdade.

A gente não é egoísta pelo simples fato de entender que amor próprio é o que faz bem a cabeça, de deixar ir aquilo que só faz mal, seja aquela amizade pesada, aquele amor imaturo e aqueles comentários que tentam sufocar seus planos e objetivos.

Leia também: Não abra mão de ser sincero

Ei! Não sou obrigada a nada!

Nem por isso perdi meu jeito amável e acolhedor. Mas agora percebi que tenho muito amor dentro de mim, só vou dividir com quem merece.

Estou deixando para trás essa responsabilidade que eu sempre senti, de ter que ajudar as pessoas a estarem bem, e resolver algo que não me diz respeito, mesmo quando isso fizer mal para a pessoa mais importante da minha vida… Eu!

Para aquilo ou aqueles que deixei para trás, minhas sinceras desculpas. Mas a verdade é que eu não me arrependo.

Eu não sou obrigada!

 

Leia mais

Ter resiliência: a importância de saber lidar com as emoções

resiliencia

Ter resiliência: a importância de saber lidar com as emoções

Dia desses briguei com uma amiga, dessas brigas que não têm sentido ou por que haver de ser, mas houve. E covarde como qualquer outro ser humano implicante, resolvi trata-la com frieza, sem calor para gentilezas ou indicações de filmes no Netflix.

Quando não compreendemos uma pessoa, nossa primeira atitude é tomarmos uma posição implicante. Porque não queremos admitir para nós mesmos que o problema sou EU e não o outro (outra, no meu caso). E quando tomamos esta atitude, há só o desassossego no peito. Ou qualquer outra parte do corpo em que queira centrar os teus sentimentos.

Tão controversos são esses bichinhos andrógenos que são as emoções que quando queremos uma coisa, nos dá outra, e quando queremos a outra, temos uma. Explico: quando decidi tratar com frieza uma pessoa, esperava que a minha indiferença fosse suficiente para que ela voltasse a falar comigo, ter sentido a minha falta. E o que obtive foi justamente ao contrário.

Quando na verdade deveria ter continuado a regar uma amizade ou qualquer outro amor que poderia ter saído de nós dois, busquei o rancor, o áspero, o egoísmo. E tenho aqui um paradoxo da frieza, porque enquanto tomei como ato ser ruim para alguém esperando que ela seja boa para mim, esqueci de ser bom para mim mesmo. E consequentemente não serei bom para ela, sendo ela ruim para mim.

Mas é isso que o rancor causa em nós. Além de nos fazer parar no tempo – claro porque, quando guardamos o rancor, ficamos presos a um fato do passado que já deve ter sido esquecido até pelo sujeito que se tem rancor – abrimos mãos de uma habilidade dada pelo Universo que deveria ser o motivo de nossa vida, uma capacidade que é o princípio para casais a beira do colapso e grandes empresas a beira da falência: o poder de se regenerar.

O poder de se regenerar

resiliencia-2

Se recriar não é fácil, mas também não é impossível. A partir do momento em que desprezamos as pessoas por puro apego ao ego e às nossas crenças. Ignoramos, ou pior, rejeitamos a capacidade de se aprender com nossos erros e assim nos reinventar. Deixamos de lado a nossa resiliência.

Engraçado que, muitas pessoas quando escutam a palavra resiliência lembram-se de um diamante. Tomam por assim o entendimento que para ser resiliente é preciso ser frio e forte. Veja aqui mais um engano: para a química, a resiliência não está diretamente ligada à resistência do material, mas sim à sua capacidade de, após determinados esforços ou tensões, voltar a ser exatamente o que era, como uma barra de aço, por exemplo.

É claro que não vou ficar divagando sobre que mineral ou elemento você deve levar como exemplo na vida. Mas enquanto o diamante se mantém resistente a qualquer movimento, o aço mesmo sofrendo tensões tende a voltar ao mesmo estado – o que não deixa de ser uma transformação.

O fato é que mesmo escrevendo palavras e palavras sobre regeneração me faltou resiliência. Resiliência para uma retratação à amiga. E me sobrou motivos que não compreendo em mim que despendi nela. Digo melhor, me faltou interesse em querer aprender com os meus conflitos. Me falta aprender sobre esses bichinhos que são as emoções.

E nessa brincadeira de fogo, queimei minha mão. Deixei de lado as características tão belas de uma pessoa só para que ela me servisse a qualquer preço. Deveria ter mais gostado, mais falado, seguindo à risca a letra de “Epitáfio”. Talvez não fale mais com ela, talvez isso seja passageiro, talvez seja para sempre. Não posso voltar no tempo e reparar o que fiz, mas não queria que tudo terminasse num “talvez”.

Leia mais

12 dicas para manter a mente saudável

Como manter a sua mente saudavel-min

12 dicas para manter a mente saudável

Dificilmente não temos alguém em nossa vida que não esteja sempre preocupado com a saúde do corpo. Malha, se alimenta, faz muitos exercícios e está sempre voltado para isso. A saúde do corpo reflete sim na saúde mental, mas muitas vezes apenas isso não basta. Precisamos manter a mente saudável.

Estamos sempre em uma constante correria. Seja para entregar o trabalho da faculdade, para cumprir as metas no trabalho, entre outras coisas. E muitas vezes nesse meio tempo, não sobra espaço para o que realmente importa; nós mesmos.

Além do cuidado com o corpo, existe algo que precisa de uma atenção especial, que é, nosso cérebro. Quem disse que não da para malha-lo? Pensando na saúde mental de nossos leitores, e tendo em vista que doenças como o estresse, ansiedade e depressão estão cada dia mais presentes em nossos meios. O Entre Cabelos e Barba decidiu fazer uma lista para te ajudar a manter a mente saudável. Confira abaixo as 12 dicas para manter a mente saudável…

1 – Leitura

Muitas pessoas não tem o hábito da leitura, por não terem sido incentivadas na infância, seja pelos seus pais ou até mesmo na escola. Era comum nos obrigarmos a lermos aqueles livros de palavras difíceis, escritos a séculos atrás. Mas a verdade é que a leitura é fundamental para manter a mente saudável. Mas então, como fazer uma pessoa que não suporta ler, gostar da leitura?

O primeiro passo é procurarmos o gênero que a pessoa mais se identifica. Eu por exemplo não suporto os livros de romance, por exemplo. Mas quando são livros informativos, que contém algo que eu possa usar como conhecimento, ele já se torna atrativo.

Outra dica é procurar o meio que você se sinta mais a vontade. Muita gente ama os livros, adora essa coisa de trocar de página, sentir o cheiro dele entre outras. Eu por exemplo, prefiro outros meios, como o computador, por exemplo.

Lembre-se, a leitura está em tudo, desde rótulos de shampoo, até os jornais impressos. Esse tipo de blog é um bom exemplo para fugir do tradicional e mesmo assim mergulhar no mundo da leitura. Procure algo de seu interesse e faça um pequeno esforço. Logo você estará amando ler e pode ter certeza, seu cérebro agradece!

Tenho uma “filosofia” de que meu dia é produtivo quando eu fortaleço o corpo, a mente e a alma. Uma das minhas principais formas de fortalecer a mente é através da leitura diária. Vou coletando aprendizados e anotando em um caderninho.
– Jeison Cechela

2 – Música

Mulher ouvindo musica

Sem música a vida não faria sentido.
– Friedrich Nietzsche

Se Nietzsche falou, quem sou eu para contrariar. A vida sem música realmente não faria sentido, me atrevo até a dizer que o ser humano sem a arte não seria muito diferente dos outros animais.

Eu pelo menos não conheço nenhuma pessoa que não goste de pelo menos um gênero musical, ou de uma música que seja. Pode ser que exista, claro, cada ser humano é um universo. Mas deve ser algo raro.

Então meu amigo, aí está uma bela forma de você encontrar a paz de espirito e relaxar um pouco. Coloque para tocar a música que você mais gosta, ou aquela que te leva para um lugar só seu. Procure as músicas que te deixam em estado de paz. Assim você vai manter sua mente saudável e seu coração alegre.

3 – Faça algo sozinho

Tentando fugir dos problemas do dia-a-dia, as pessoas estão cada dia menos fazendo coisas sozinhas, apesar de que de fato estão sempre só. Parece algo sem sentido, mas perceba, por mais que você esteja sozinho(a) em algum lugar você sente a necessidade de compartilhar isso com alguém, ou com uma rede de pessoas. Seja foto no instagram, uma publicação no facebook, uma mensagem em um grupo do whatsapp.

A fuga da solidão é de alguma forma, a fuga de nossos problemas. Pois quando estamos de fato sozinhos, temos que encara-los de frente. Isso inclui encarar quem somos de fato e não a imagem que reproduzimos perante a sociedade.
Mas a verdade é que para manter a mente saudável, precisamos saber quem somos, o que queremos, o que gostamos e até mesmo, o que não gostamos de fato. E só existe um jeito de fazer isso, estando em contato de verdade com nós mesmos.

“Eu não quero ficar sozinho, me sinto mal, me excluído(a)”.

Existem pessoas que tem o pavor de ficarem sozinhas, para elas eu recomendo esse texto: Solidão ou liberdade. Para os que querem se aventurar nesse novo mundo que existe aí dentro, aqui vão algumas dicas para conviver melhor com você mesmo: Procure primeiro algo que você goste, seja um esporte, assistir um filme, uma série, meditar, fazer yoga, pode ser até mesmo fazer compras para você mesmo. Existem muitas coisas que você pode desbravar.

Ache um lugar que você ame estar, pode ser uma praia, um parque ou até mesmo o seu quarto. Procure um lugar que você se sinta à vontade, se sinta bem. Evite qualquer tipo de distração que te leve a outros lugares, a outras pessoas. Como por exemplo, celulares. Fique longe dessas distrações que tiram o foco do que realmente interessa, você.

Psicoterapia. É o momento de reflexão e autoconhecimento. Tirar um tempo pra mim como por exemplo, leitura, ouvir música, caminhada somente em minha própria companhia.
– Marina Bitencourt Pagani

4 – Tenha um bicho de estimação

Gato mordendo

Aos que tem alergia ou que realmente não tem a menor vocação para cuidar de um bichino, podem pular esse item. Mas se você gosta e tem a oportunidade de ter um animalzinho, um amigo, companheiro de todas as horas. Faça um favor a você mesmo, adote um.

Não há nada mais prazeroso que chegar em casa, cansado do trabalho e ser recebido com lambidas ou até mesmo com as mais sutis formas de carinho. Eu por exemplo tenho gatos e eles são muito mais contidos que os cachorros, mas você com o tempo consegue captar a forma que eles demonstram carinho.

Animais de estimação são mais amigos que muitos humanos e com o tempo, não tem como ele não fazer parte da família. O amor envolvido é incondicional e mesmo ele fazendo algumas traquinagens, você vai relevar. Eu recomendo a todos, essa experiência maravilhosa, porque isso com certeza vai manter sua mente saudável.

Leia também: 10 coisas que você aprendeu com seu gato

5 – Família e amigos

Traga para perto as pessoas que você ama, que você confia. Seja um familiar, seja um amigo. Esse tipo de gente vai sempre te manter animado e confiante perante os obstáculos da vida. Claro, mantenha as pessoas tóxicas longe de você, e se por acaso você não souber como identifica-las, aqui está nosso vídeo falando sobre isso: 10 tipos de pessoas tóxicas.

Além do mais, jogar conversa fora com quem a gente ama é maravilhoso. Tire um dia, ou um final de semana para encontrar essas pessoas e aproveite ao máximo esse momento de descontração. Você se sentirá renovado e disposto a enfrentar mais uma semana dura que virá. Isso sem sombras de dúvida vai manter sua mente saudável.

6 – Compartilhe sua angustia com alguém ou terapia

Amigos

Aproveitando o fato de você estar com um amigo, ou um familiar, alguém de sua confiança. Compartilhe o que você está sentindo, seja coisas boas, sejam coisas ruins. Desabafar é um santo remédio para manter sua mente saudável.
Outra dica é procurar um profissional da área, um psicólogo no caso. Muita gente entende que se você procurar um psicólogo é sinal de que você é louco ou algo do tipo. Grave engano, o psicólogo é um profissional da área da saúde que te ajuda a encontrar seus caminhos e logo, manter sua mente saudável.

As terapias cada dia mais vão se mostrando extremamente necessárias em um mundo como o nosso. Em países desenvolvidos, ir a um terapeuta é tão comum quanto frequentar uma academia, por exemplo. Pois não há como negar que muitas vezes não conseguimos organizar o que passa aqui dentro. Por isso, nós do Entre Cabelos e Barba recomendamos o acompanhamento de um profissional da área.

É muito interessante tu trazer essa reflexão, visto que a sociedade contemporânea ainda tem preconceito com quem se preocupa de fato com a saúde mental. Quando alguém diz que está indo ao psicólogo ou a psicóloga, logo as pessoas se preocupam e pensam que tem algo muito errado nisso. E é uma hipocrisia sem tamanho, porque todo mundo tem coisas para serem pensadas mais a fundo, coisas que precisam ser devidamente elaboradas e não foram. Seguindo… Todos nós precisamos nos conhecer na essência, nos encontrarmos, saber mais de nós.

CARAMBA, isso é ESSENCIAL e não um problema. Quem cuida da sua saúde mental esta disparado na frente de quem acha irrelevante.  Importa muito se o que faz bem pra sua cabeça é meditar, correr, fazer ioga duas vezes na semana, malhar todos os dias, ter uma alimentação saudável. Isso importa muito, pois em todos esses momentos o foco é você! Mas buscar o autoconhecimento nos faz entender o porquê de fazermos tudo isso.
– Patrícia Guollo

7 – Escreva

Mesmo não tendo o hábito da escrita, comece rabiscando pequenas frases e momentos do seu dia-a-dia. A escrita pode não ser um psicólogo, mas tenho certeza que ela te ajudará muito em manter suas ideias e pensamentos em ordem.

Se você perguntar a maioria dos escritores, tenho certeza que eles vão dizer que começaram a escrever como forma de se livrar de suas angustias. No meu caso foi assim, eu precisava falar, me comunicar, expandir meus pensamentos além da minha cabeça. A escrita me ajudou muito, assim como já ajudou outras milhares de pessoas.

Se você não tem para quem desabafar, ou se sente ainda temeroso quanto a procurar um psicólogo, eu recomendo a você a escrita, ela com certeza vai te ajudar a manter sua mente saudável.

Venha ler: Olhar para dentro de si é um desafio

8 – Tome muita água

Mente saudavel

Essa dica é simples, fácil de executar e extremamente óbvia. Organizar os pensamentos e entender como eles funcionam são fundamentais para manter uma mente saudável, assim como toda a estrutura que está fazendo ela funcionar de modo saudável.

Se o nosso cérebro é composto por mais de 80% de água, faça o lógico, beba muita água!

9 – Alimentação e exercícios

Assim como a água, uma boa alimentação deixa nossa mente em forma. Eu sempre achei isso uma completa bobagem, até sentir na pele. Depois que comecei uma dieta, meu rendimento mais que dobrou. Hoje produzo mais, de forma mais rápida e com muito menos estresse.

Pode ter certeza, um corpo bem alimentado, hidratado e em constante movimento, vai te trazer benefícios além dos esperados. Você vai começar a enxergar o mundo de outra forma, e sua mente com certeza vai estar mais saudável.
Nós do Entre Cabelos e Barba sempre recomendamos profissionais da área.

Você vai gostar: O segredo para a felicidade é simples, mas você não sabe

10 – Tenha uma boa noite de sono

Dormindo com o cachorro

Ter uma boa noite de sono é extremamente importante para você mante a sua mente saudável. Afinal, essa é a hora que você vai repousar, descansar, organizar tudo e recarregar sua mente.

Tente cumprir horários, essa é uma das melhores dicas. Aprenda com seu corpo quantas horas você precisa de sono para acordar recarregado e marque tanto horário para dormir, quanto para acordar. E tenha certeza que seu cérebro irá te agradecer.

11 – Organize seu dia seguinte

Poucas pessoas organizam seus dias seguintes e isso faz uma tremenda diferença na sua vida, pode ter certeza. Não gastar tempo, nem neurônios pensando no que você vai vestir, no que você vai comer, no que você tem que fazer é extremamente importante.

Isso acaba de algum modo descarregando o seu cérebro e o deixando livre para pensar nas coisas que realmente importam. Com uma mente mais livre e disposta, cada vez menos você sentirá aquele cansaço mental, que de algum modo acarreta em outros problemas. Você estará mais disposto e sua mente mais saudável.

Recomendamos o uso de agendas e de aplicativos, como o Trello por exemplo. Lá você poderá organizar todo o seu dia e ir de encontro com o nosso décimo segundo item.

12 – Defina 3 metas para o seu dia

Defina seus planos

O décimo segundo item está diretamente ligado ao item anterior. Poucas pessoas entendem a necessidade de organizar o seu próximo dia e o quanto isso interfere em sua saúde mental. A verdade é que em inúmeros momentos nos percebemos perdidos em meio a quantidade absurda de coisas que temos para fazer.

Quando essas coisas estão muito bem definidas, você não queima neurônio pensando em que fazer, nem no que você está deixando de fazer. A verdade é que quando temos muitas coisas e não sabemos por onde começar, vem um sentimento de angustia que nos faz produzir muito menos do que poderíamos.

Além disso, uma mente saudável precisa estar em constante movimento, mas com uma ressalva. O movimento tem que ser sincronizado e de acordo com as suas possibilidades, por isso, definir três metas importantes para o dia seguinte é extremamente vital. Pode ter certeza que seu cérebro vai te agradecer, porque estás mantendo sua mente saudável.

Mente saudável

Sabemos que não é nada fácil manter a mente saudável. Assim como os cuidados com a saúde física, os cuidados com os nossos sentimentos, emoções e tudo que gira em torno de nosso cérebro são importantíssimos para manter uma mente saudável, por isso não esqueça. Procure um profissional da área.

Se gostou desse texto, não esqueça de compartilhar com os amigos e manter mais mentes saudáveis.

Leia mais