Ela sabe quem ela é, por isso a opinião dos outros é irrelevante

Ela sabe quem ela é. Ela não tem frescura. Não usa roupas de grife, nem vive maquiada e dificilmente se arruma “bem”. Vive de tênis, camiseta larga, cabelo amarrado e sorriso no rosto. Dizem que é o que há de mais bonito nela. Ela não tem perfume caro, nem vestidos de festa, ou compra bolsas e sapatos de salto. Não come de garfo e faca e nem senta de pernas cruzadas.

A chamam de desleixada, desarrumada, descuidada, mas ela não liga. Ela não se importa com o que os outro falam. Tem essência própria criada por ela mesma e não pela sociedade. Ela não é alta mas também não é baixinha, não usa 36 mas também não vai além do 40, ela é normal. Normal do tipo normal.

Você precisa ler: Empoderamento feminino na visão de um homem

Lê livros, ouve música boa e cantarola as mesmas pela casa enquanto ajuda sua mãe nos afazeres.

Mulher lendo livro com café

Tem dias que ela acorda feliz até de mais e tem dias em que ela não sente nada. Ela tem essa mania mesmo, de dar um tempo pra si, de reorganizar as coisas dentro da alma, da mente do coração. Essa menina não é nenhuma pop star, atriz teen, e nem a garota mais popular da faculdade. Não pensa em ser famosa. Nem em se casar (pelo menos não tão cedo), acredita que o amor vai além dos papéis e assinaturas.

Essa menina carrega uma história, assim como as demais outras meninas por aí, a diferença é que ela não usa rascunho para continuar escrevendo. Escreve tudo a tinta, pra gravar, marcar, riscar, anotar, tentar apagar e lembrar. Lembrar que não importa o jeito que ela seja, a maneira como ela veste, aonde ela vá, o que ela sinta e o que ela pensa.

Ela sempre será a dona da sua essência, sempre terá o sorriso mais lindo, sempre será a mulher ideal. Ideal aos olhos de quem aceitar o que ela é por inteiro, de quem entenda que mulher não nasceu pra agradar ninguém. Que mulher nasceu pra ser mulher. Que mulher nasceu pra ser amada!

Leia também: Ter resiliência: a importância de saber lidar com as emoções

Deixe seu comentário

Deixe seu comentário