Oi, bateu uma saudade e… queria te ver”. Se escutasse isso dos outros, não teria acreditado, mas ela me ligou. Era mais fácil eu ligar pra ela, dizer que me arrependo, que não consigo escutar Alcione sem chorar mas foi ela, ela me ligou. Não devia tê-la convidado pra jantar em casa. O que deu na minha cabeça fazer uma lasanha de berinjela? Mais fácil era ir pro Burguer King. Não, ela é vegetariana…

Como que faz isso?!

A receita tava por aqui, minha mãe mandou (…) tá, fudeu. Vou pedir uma pizza, assim ela lembra dos velhos tempos… que eu quero esquecer. FAÇA ISSO LOGO MOLEQUE! Não seja preguiçoso. Será que eu cortei certo essa berinjela? Ficou muito grossa, mas é bom que é mais recheio.

Não faça a besteira de cozinhar um dia! ”- me disse uma vez. Mais uma besteira não faz diferença, mas quero que tudo saia perfeito hoje, que ela veja que eu mudei. Será que precisa untar a forma? Precisa, senão queima embaixo. Mas vai engordurar essa bagaça. Mas vai ficar difícil de cortar.

Você precisa ler: Se é para doer, faça a letra de pagode fazer sentido

Eu mudei - homem cozinhando

Faz do jeito que você achar melhor, então”. Sem untar, passo só o molho por baixo. Ela sempre me dizia isso, não por não querer discutir, mas por gostar de mim do jeito que era. Precisa temperar a berinjela? Cadê aquele Knorr que minha mãe falou pra comprar? Achei. Agora só mais um pouco de lasanha por cima, um pouco de queijo e voilà! Muito bom pra um iniciante.

Acho que vai demorar muito

Bom que vai dar tempo de dar um tapa na casa. Vejamos, sem roupa pelo chão, nenhuma camisa no sofá, toalha molhada pendurada. É, eu mudei. Acho que por ela, ou por nós. Tô com tanta saudade que não cabe no peito. Mas veja lá moleque, sem “te amo” e “te quero de volta” hoje.

O vinho! Meu Deus, esqueci de comprar o… tá aqui. Ela deve estar mais linda, sem um babaca cretino do lado. Acho que engordei um pouco, mas a roupa tá alinhada. Como deixei que ela perdesse o brilho no olhar quando me via? Devia ter feito juras secretas no teu ouvido, roubado os beijos mais doces, ter brincado de ciranda com a sua menina dos olhos, mas não. Fui egoísta. Busquei o prazer de um, quando devia fazer bem aos dois.

Leia também: Ela vai viver sem você

Faca na direita ou na esquerda? Que se dane, nada vai mudar mesmo. Só não esquece o que a psicóloga disse: num relacionamento, é preciso que o prazer pessoal seja alcançado sem mudar a identidade do outro. Você a ama pelo que ela é, e ela te amou pelo que você era. Não vê que fazendo assim você vai queimar a lasanha no forno? A LASANHA! Puta, queimou a borda. Dá pra comer. Ah, preciso me acalmar, tá tudo dando certo. Ela já deve tá chegando, deixar a porta aberta pra tirar o cheiro de queim…

– Uau! Como soube que eu já tava aqui?

– !!! – Sem cara de besta, diz alguma coisa! – instalei câmeras por todo prédio, te filmei desde a portaria – Ela sorriu! – Tá bem?

– Muito bem, melhor agora.

– Entra. – Por que essa cara?

– Queimou o jantar né?

– Não… Não muito.

– Haha é bom te ver nego.

– Bom te ver, morena…

Deixe seu comentário

Deixe seu comentário