A inspiração veio em forma de mulher

A inspiração veio em forma de mulher

Na sacada do prédio, eu tragava meu cigarro com os pensamentos a mil. O resto do pessoal na sala, porém o que me importava era aquela única pessoa.

Olho pra ela como se fosse devora-la. Noto que ela também me olha e de certa forma entende meu olhar, como que sentindo-se desejada.

Entre olhares bato meu cigarro, dou um bom gole naquela coca bem gelada, viro-me e viajo novamente entre meus pensamentos.

Penso na ultima vez que compus algo e dou-me conta que já há algum tempo não produzo nada de significativo. Também… Faltava à inspiração necessária.

Leia também: 365 dias com ele

Penso naquele sorriso largo, como o sorriso de alguém que enfim encontrou o que a muito procurava. Ela vem até mim me abraça por trás. Um abraço apertado aconchegante, acendendo algo que a muito em mim havia se apagado.

Ela tem aquele jeitinho meigo, sorriso largo, gosta de pagode enquanto eu escuto o bom rock’n roll. Quando estamos juntos algo muda, passamos a nos sentir um só.

O que antes só fazia sentido para mim, vejo que passa a fazer sentido para mais alguém. Ao lado dela sinto que sou único e privilegiado por poder fazer parte da vida de alguém tão especial.

Posso ser eu mesmo, sem esconder “coisas” que antes não me sentia a vontade de abrir para ninguém.

Concentro-me novamente no cigarro que estou fumando. Olho para o céu, e penso “seja Lá o que for”, agradeço por te-la encontrado.

Quando a toco, sinto vontade de colar o seu corpo no meu

inpiracao-1

A abraço e outro sentimento se abate sobre mim, será que posso quebra-la? Acaricio seu rosto de forma suave para que ela se sinta confortável em meus braços.

Separar-me dela? Sempre um desafio, pois longe me sinto apagado. E aquela música de amor, aquela que antes não fazia sentido agora não sai da minha cabeça.

Nesses momentos passo a me sentir inteiro novamente. Sei que ela não é nenhuma princesa, mesmo porque princesas idealizadas, somente nos contos de fada. Ela é muito mais que um conto de fadas poderia expressar, ela é real, sem frescuras.

Leia também: Não foi pela sua beleza que me apaixonei

Encaixamos-nos bem, na cama e na vida. Quem conquistou quem? Difícil dizer, o que posso dizer e que nos aceitamos como somos. Meio loucos, intensos e quem diria: românticos e apaixonados.

Entre nós tudo funciona como uma troca. Eu me entrego por inteiro e ela faz o mesmo. Os livros são dela, a música é minha, eu fico com o cantinho da cama e não somente seu coração, mais com você por inteira.


Esse texto faz parte do quadro: Leitores Escrevendo. Para participar basta enviar um e-mail para contato@entrecabelosebarba.com.br com o assunto “leitores escrevendo”, que responderemos com as instruções para ter o seu texto publicado aqui no Entre Cabelos e Barba.

Deixe seu comentário

Deixe seu comentário

Tags : A inspiração veio em forma de mulherAmorLeitores escrevendoPaixãoRafael Fragarelacionamentos