O verdadeiro motivo da traição foi porque eu quis

Fomos os melhores amigos, sempre estivemos do lado um do outro para tudo. E juro, eu ainda queria fazer as compras da semana do teu lado, passear no parque, dividir a nossa comida preferida e ficar conversando sobre qualquer coisa com você. Mas eu também quero ter outras pessoas, não uma em especifico… algumas.

Sim, sempre soube que estava te fazendo mal de alguma forma e mesmo assim continuei do seu lado. Realmente te perdi da pior maneira, perdi a gente, a sua confiança e o direito de estar ao seu lado quando eu quisesse.

E sei que mereço ser chamado de covarde por não ter saído de uma maneira digna. A verdade é que eu não estou preparado para um relacionamento sério, talvez eu nunca esteja. Por isso fui covarde o suficiente para te trair por muito tempo, enquanto na verdade eu deveria ter rompido e sido sincero.

Eu menti muitas vezes, sobre as fotos que você achou, sobre as mensagens, e-mails, e sobre aquele número desconhecido que você insistia “ser algo”. Realmente era, sempre era alguma coisa.

Não foi algo que você deixou de fazer

Só quero que fique claro, pois não foi algo que você fez ou deixou de fazer, nem suas palavras, ou dias ruins. Isso tudo, foi apenas uma escolha minha. E não existe outra explicação. Não há nada de diferente que você poderia ter feito. Pelo contrário, você fez tudo que uma boa namorada poderia fazer, e eu tive a sorte de te ter.

Só me arrependo de ter machucado tanto alguém que não merecia. Me odeio por saber que essa dor que está vazando pelos seus olhos e apertando o seu coração é minha culpa. Fui covarde por não sair por conta própria e assumir que eu não sou capaz de me comprometer com alguém, nem comigo mesmo.

E eu não posso pedir para que fique comigo. Você me conhece, e eu não quero viver sempre nesse angustia de estar escondendo algo. Ou mesmo se não esconder, precisar conviver com você vasculhando meu celular, procurando coisas no meu computador. Eu também não conseguiria.

Sobre o mesmo tema: Eu sou a vagabunda com quem ele te traiu

Não tente entender o que aconteceu, porque não tem a ver com você. E não, isso não é pra você me perdoar. É porque realmente não há uma explicação, você foi uma ótima namorada, mas eu não fui.

No fundo você sabe que nomes e fotos não vão aliviar a dor, elas não trazem nenhuma resposta, nem confortam seu coração. Por favor, não me pergunte quantas foram, eu não lembro.

E vou repetir para que você entenda: a culpa não foi sua. O verdadeiro motivo da traição foram minhas escolhas, EU QUIS. E não posso dizer que me arrependo do que fiz. Não me arrependi, e na verdade é muito provável que eu faça tudo de novo se tivesse oportunidade.

Peço desculpas por ter te machucado e espero que você encontre alguém que te mereça.


 Qual foi a sensação de ter lido esse texto? Conte nos comentários!

Deixe seu comentário

Deixe seu comentário

SHARE
Previous articleA triste geração que acha que amar é um defeito
Next articleDepois de você eu tive medo de me relacionar com outras pessoas

Sou psicóloga, escritora e produtora de conteúdo para internet. Mas também gosto de maquiagem, de séries, de cozinhar para os amigos, de cuidar dos gatineos, de amar as pessoas como se não houvesse amanhã e que claro, volta e meia guardar uns ranço porque ninguém é de ferro!
Se você leu algum texto meu, por favor, expresse sua opinião nos comentários. Vou adorar o seu feedback!