Se engana quem acha que eu namoro pra casar

Se ilude quem acha que eu namoro pra casar. Eu namoro pra ter uma companhia gostosa, uma conversa leve, um sexo com intimidade. Namoro porque gosto de sentir o amor nos detalhes.

Namoro pra dividir um pouco da minha história, dos meus devaneios. E também para conhecer mais profundamente outra pessoa, saber seus gostos, suas melhores qualidades e amar até mesmo os seus defeitos.

Apesar de ser uma pessoa extremamente atenciosa, eu nunca namorei pra casar, para crescer e frutificar como diz a bíblia. Nada contra não. É que esse negócio de morar junto ainda não se encaixa no meu jeito espaçoso e independente de levar a vida.

Leia também: Moradia vazia

Eu quero mesmo é revirar meu canto o quanto quiser e arrumar exatamente quando eu tiver vontade. Parece meio egoísta? É uma escolha minha. ;)

Você não pensa em se casar?

se-engana-quem-acha-que-eu-namoro-para-casar

Isso de que eu não penso em me casar um dia não passa de um blá blá blá sem fundamento. Porque eu que penso sim. Só não começo a namorar achando que aquela será a última pessoa com quem me relacionarei na vida.

Claro que posso estar de mãos dadas com alguém. Meu coração pode estar rendido a essa pessoa e mesmo assim, há momentos em que desejo e preciso do meu espaço.

Não curtir a ideia de casamento nos padrões existentes não quer dizer ser infiel. Muito pelo contrário, requer muito mais sintonia e confiança de ambas as partes. Além de tudo, é preciso ter muito respeito pela decisão do outro.

Falando nisso, em um relacionamento cada decisão deve ser tomada de maneira harmônica, saudável e bem pensada. Seja ela de partir para o altar, para o cartório -ou seja lá qual for a opção de cada um-.

Eu me jogo também

beijando-namorada-se-engana-quem-acha-que-eu-namoro-para-casar

Não tenho nada contra as pessoas que se jogam de cabeça nos relacionamentos. Até porque eu me jogo também. Amo com tudo que posso, pois não sou de lutar contra sentimentos bons que invadem minha vida sem aviso prévio e sem convite.

Minha preocupação é de viver bons momentos. É cuidar de tornar especial cada segundo vivido ao lado de alguém que topou seguir ao meu lado.

Mas me dou o direito de ser quem eu sou onde quer que eu esteja, ou com quem quer que eu esteja. E procuro proporcionar algo parecido para quem está do meu lado.

Leia também: Não canso de me redescobrir

Óbvio que quando você está com alguém que te faz bem você que os bons momentos durem a vida inteira. Por isso muitas vezes as pessoas atropelam projetos e sonhos para viverem um grande amor (lindo isso!).

Mas se estou namorando com alguém, eu amo essa pessoa e penso no bem dela. E justamente por esse motivo deixo que as coisas aconteçam naturalmente. Sem joguinhos de amor ou de valor. O que eu dou é um sentimento sincero.

Minha lei é que dure enquanto tiver que durar. Que seja bom enquanto conseguirmos amar e que seja saudável para ambos os lados. A partir disso, acho eu que o altar ou que juntar as escovas de dentes serão meros expectadores de um grande amor, que simplesmente deu certo.


Espero que tenha gostado do texto! Deixe seu comentário a respeito! Obrigada<3

Deixe seu comentário

Deixe seu comentário

SHARE
Previous articleEu desisti de você
Next articleA culpa não é da mulher
Sou psicóloga, escritora e produtora de conteúdo para internet. Mas também gosto de maquiagem, de séries, de cozinhar para os amigos, de cuidar dos gatineos, de amar as pessoas como se não houvesse amanhã e que claro, volta e meia guardar uns ranço porque ninguém é de ferro! Se você leu algum texto meu, por favor, expresse sua opinião nos comentários. Vou adorar o seu feedback!