Quero ficar com você, mas não posso abrir mão de mim mesma

Traição é a unica coisa que realmente pesa para que eu termine um relacionamento. E é o que está entre nós. Esse é meu único e grande impasse. Porque quero ficar com você, mas tenho medo de abrir mão de mim mesma, de passar por cima dos meus princípios e das coisas que eu acredito apenas para que a gente não termine.

Estou sentido um misto de medo de te perder, com o medo de me perder. Tenho medo sacrificar todo esforço que fiz pra me encontrar, só pra não ter que abrir mão das tantas coisas boas que existem entre nós.

Outra vez me dou conta que tenho que preciso apostar para saber onde vai dar. Algumas das nossas conversas já giraram em torno disso. E agora o problema vem à tona e eu tenho que encarar de frente o meu pior pesadelo. E é horrível pensar que posso estar apostando alto, colocando em jogo as emoções que eu demorei tanto para organizar dentro de mim, depois de alguns relacionamentos frustrados.

Nessas horas eu sinto vontade de ir embora mas tenho medo de me arrepender

Reluto em apostar que vai dar certo, em dar mais uma chance e acreditar que por mim você consegue mudar, porque na verdade você não tem que mudar por mim. Do mesmo modo que eu não tenho que mudar por você.

Leia também: O verdadeiro motivo da traição

Não acho justo alguém mudar pelo outro. É por isso que tá tudo misturado aqui dentro. Eu te amo e lutaria com minha vida pra salvar a gente. Mas não sei o quão forte nós dois somos pra lutar contra isso. Não sei quanto tempo eu vou suportar, entender e acolher algumas coisas tão pessoais suas, que definitivamente não têm sido boas pra mim.

Lembra como eu relutei em me entregar pra esse amor?

casal abraçado

Mesmo com toda a energia e sentimentos bons que estavam acontecendo entre a gente, várias vezes eu (assim como você) disse o quanto estava feliz em estar sozinha. E como realmente gostaria de continuar assim.

Dizíamos um ao outro que pra namorar outra vez, só se sentíssemos algo realmente forte e verdadeiro e foi isso que aconteceu. O que eu esperava de um namorado era exatamente essa parceria que a gente tem junto. E foi por isso que eu apostei.

Mas eu fui com medo mesmo. E se apostei e coloquei minha emoção em jogo é porque sabia que teria que dar algo se quisesse receber esse amor em troca. Tinha certeza que se eu não arriscasse e deixasse o medo de lado pelo menos por algum tempo, dificilmente me relacionaria com alguém outra vez. E tudo bem se não desse certo, a vida tem dessas coisas mesmo.

Como tantos outros casais nos deixamos levar pela rotina

E detalhes tão importantes foram ficando de lado. Tudo que a gente tem é maravilhoso. A química, o toque, a conversa, as inúmeras afinidades e o amor que a gente construiu a passos lentos. É tudo tão nosso! Mas no fundo queria me sentir desejada por você tanto quanto você deseja outros corpos.

Você pode gostar também desse texto: Precisamos falar sobre traição

Confesso, que o tempo passou e eu apenas esperava mais de ti. E sim, admito que temos muito juntos. Mas espero praticamente todas as noites que me pegue desprevenida, e me surpreenda com um beijo, ou apenas me deixe olhar nos teus olhos e te admirar sem perguntar por quê.

Se eu fosse dar um conselho pra mim mesma nesse momento iria tentar me ouvir

Quando alguém está nesse tipo de situação de não saber se vai embora ou se fica, eu costumo dizer para que apostarem tudo no amor.Isso se o coração delas estiver dizendo realmente pra que façam isso. Porque mesmo que investir naquele amor não tenha resultado na continuidade do relacionamento, vai valer de aprendizado, você vai sentir que fez tudo que podia.

O problema é que EU não estou sabendo se meu coração está pedindo pra eu ficar por nós, ou ir embora por mim e proteger os sentimentos que demorei tanto para reorganizar. Porque te amo, amo a gente, mas me amo demais também e sei o quanto vou me machucar se eu apostar em nós e acabar perdendo.

Deixe seu comentário

Deixe seu comentário

COMPARTILHAR
Artigo anteriorRainha do camarote
Próximo artigo7 motivos para os homens preferirem o Tinder a um contato real (você precisa conhecer o número 4)
Sou psicóloga, escritora e produtora de conteúdo para internet. Mas também gosto de maquiagem, de séries, de cozinhar para os amigos, de cuidar dos gatineos, de amar as pessoas como se não houvesse amanhã e que claro, volta e meia guardar uns ranço porque ninguém é de ferro! Se você leu algum texto meu, por favor, expresse sua opinião nos comentários. Vou adorar o seu feedback!