Onde foi parar o amor? Não sei

Onde foi parar o amor? Não sei

Chego em casa já é noite, exausta do trabalho que me toma a maior parte do tempo. Tomo um banho e ligo a televisão, está passando jornal. Mortes, corrupção, agressões, preconceito, ódio, intolerância, ódio e mais ódio. Onde foi parar o amor? Não sei.

Vejo um mundo tomado pelo ódio, pela ganância. Pessoas matam por dinheiro, por raiva, por prazer. Um mundo doente, carente, pendente. As notícias ruins não param; menino morto pela PM, jovem estuprada, mulher agredida, assédio, incitação a tortura, intolerância religiosa.

Hospitais públicos em situações precárias, pacientes morrendo sem receber ao menos um atendimento. Gente esbanjando a torto e a direito o dinheiro suado e sofrido do povo. Me dá uma angustia, uma vontade de chorar. Onde foi parar a compaixão?

Eu vejo humanos mas não vejo humanidade

onde foi parar o amor nao sei

Eu vejo uma geração completamente perdida, sem saber onde ir, sem saber para onde correr. A cada dia a tecnologia avança um pouco mais, mas na vida real acontece um retrocesso.

Uma gente sem o mínimo de escrúpulos, culpando vítimas e livrando os culpados. Crianças trocando livros por armas, escolas por semáforos, tráfico. Mães perdendo seus filhos para as drogas, ou pior, para as covas.

Precisamos aceitar mais nossas diferenças e colocar o amor acima do ódio. Desligo a televisão, vou pra cama, fico cinco minutos em silêncio, tentando achar uma razão, um motivo qualquer para ainda ter fé, para ainda acreditar na humanidade. Não acho!

Reflito um pouco mais e chego a uma conclusão óbvia: O mundo precisa de respeito, tolerância, mudança! Precisamos aceitar mais, julgar menos.

Precisamos de uma quebra de tabus e preconceitos hierárquicos que só fazem por destruir, afastar, matar. Precisamos aceitar mais nossas diferenças e colocar o amor acima do ódio, da sede por querer ser mais, ter mais, fazer mais. O mundo precisa de mais amor, muito mais amor. É tempo de amar, comece por você!

Deixe seu comentário

Deixe seu comentário

Tags : Onde foi parar o amorThais Cordeiro