Orgasmo feminino, por que os homens não se interessam?

O que mais ouço por aí é que os homens em sua grande maioria só pensam neles quando o assunto é sexo e que o orgasmo feminino não é levado a sério. Como se tudo que acontecesse na cama fosse direcionado para eles, para os satisfazerem. Um dos maiores culpados por isso, sem duvidas é a indústria pornográfica. E pelo visto, tem muita gente vendo filme pornô demais! Então vamos aos fatos, por que os homens só pensam neles?

Indústria pornográfica e a sua ditadura

insdustria-pornografica-orgasmo-feminino-tumblr-min

Um dos motivos é sem dúvidas nenhuma as produtoras de vídeos eróticos e sua ditadura sexual. Muito dos homens, antes mesmo de terem a primeira relação sexual vão em busca de informações a respeito. E claro, os filmes adultos são “ótimos” professores. Ótimos entre aspas porque nada é tão escroto do ponto de vista de como fazer um bom sexo, quanto filmes pornôs.

Vamos começar pelo fato de que o sexo nesses filmes é totalmente irreal. Começar pelas posições bizarras para que as câmeras possam filmar bem. Assim como os gemidos absurdos antes mesmo de qualquer possível tesão, entre outros fatores.

Um dos mais absurdos na minha opinião são os roteiros horríveis que muitos homens seguem a risca:

Mulher sem vontade de transar

“Primeiro tire a blusa dela, chupe os peitos. Agora tire o restante da roupa, isso aí, muito bem! Está na hora dela te fazer um belo boquete. Bom, agora é sua vez, meta a língua como se fosse um liquidificador. Ótimo, ela está adorando (gemendo de dor). Muito bem garoto! Coloque ela de quatro, de alguns tapinhas na bunda. Finalize com uma bela gozada nos peitos!”

Esse claro, é um tutorial básico. Do qual você homem nunca deveria usar! Tem diversos outros tutoriais tão escrotos quanto esse. Mas só para constar, eu gosto de filmes pornôs. Não sou nenhum conservador, odiador de qualquer coisa… Só não os trago para a vida real. Entendi que aquilo não passa de ilusão cinematográfica, assim como aqueles filmes hollywoodianos. Em que só vemos pessoas bonitas, atléticas, e perfeitas em tudo que fazem. Bom, talvez esse seja também um dos problemas…

Filmes pornôs e o complexos de inferioridade em homens e mulheres

pau pequeno

O engraçado é que essa indústria é tão ruim para as mulheres quanto para os homens. Vamos começar pelo fato de que ambos se cobram por seus corpos e rendimento não serem como dos atores pornográficos. Nem todo homem tem um pau enorme, nem goza litros de esperma ou dura horas em um sexo. E isso traz para nós uma puta pressão! Assim como imagino que para as mulheres, ver aquelas loiras peitudas, com um corpo atlético, fazendo caras e bocas não deve ser nada agradável.

Por falar em pressão. Já vivi situações das quais eu me cobrava com o seguinte pensamento: “eu não posso fazer feio”. Mas o que é o não fazer feio? É não broxar, é não gozar rápido… Essas coisas bobas que colocam nas nossas cabeças. Com isso, você tira todo o pensamento do ato, no tesão e concentra tudo em um só lugar, você. Como ficar excitado assim? Não dá! Você acaba pensando em todas as coisas, menos nas que interessam.

Você pensa que seu pau precisa ficar ereto. Que você não pode gozar. Que você tem que meter com força. Que você tem que meter rápido. Que você tem que trocar de posição… A única coisa que você não pensa, é no outro. Não pensa no clima, não consegue ter tesão e principalmente, não pensa se o outro está gostando. O que fatalmente culmina em uma famosa, broxada, de ambos os lados…

Como os filmes pornôs desvalorizaram o orgasmo feminino

orgasmo feminino

Vejo muitas amigas reclamando de como as atrizes pornôs são tratadas como lixo. Com certeza isso acontece, assim como em diversos outros trabalhos exercidos por mulheres. Mas eu não quero me referir a cenas em que elas são humilhadas, surradas ou algo do tipo, até porque isso acontece de ambos os lados.

Eu considero isso apenas como um fetiche sexual, apesar de que tem gente que diz que não. Acho que tem gente que gosta de apanhar, tem gente que gosta de bater, assim como tem gente que gosta de coisas bem mais bizarras. E tudo isso sem falar em gênero!

Mas o que me deixa chateado é o fato de que o gozo feminino, o orgasmo, não é levado em consideração, o que, de um modo ou de outro reflete no jeito em que os homens enxergam o sexo. Se o cara desde cedo assiste filmes adultos como referência para o sexo, ele realmente não vai se importar com o seu orgasmo, já que para ele, o normal é apenas o cara gozar.

Pensa comigo, em quantos filmes adultos você viu a mulher gozar? Eu posso te responder, poucos. Agora, quantos filmes você viu que acabou quando a mulher gozou? Sinceramente, nenhum! O normal é o cara gozando, em qualquer lugar. Na boca, na cara, nos peitos, na bunda, lá dentro, só não tem MULHER GOZANDO!

O orgasmo feminino ainda é um tabu! E a maioria dos homens realmente não se importam com isso. É como se eles entrassem no sexo com o seguinte pensamento: “Quero gozar, preciso gozar, me faça gozar!”. E as mulheres são apenas a via que os levam até o seu objetivo. Tanto é que eles não se esforçam para deixar a parceira com tesão. Tudo ali gira em torno deles. É só pensar no número de homens que fazem sexo oral…

Muitos homens não gostam de fazer sexo oral

homem nao gosta

Lembra do tutorial do filme pornô? Então, muitos homens o seguem a risca, principalmente na hora do sexo oral, isso, quando eles não tem, acredite, nojinho! Nojo de vagina é uma das coisas mais estranhas que um homem pode sentir. Como você tem tesão por uma coisa, mas ao mesmo tempo tem nojo?
“Ahh, mas não é nojo que eu tenho, apenas não gosto de fazer.” Ok, você não tem nojo, mas não gosta de fazer oral. Egoísta! É o único adjetivo que posso usar. “Mas eu não sou obrigado!”. Claro, ninguém é obrigado a nada. Mas não venha depois reclamar que a pessoa “nem se quer me chupou”. Pois isso é uma covardia! Não quer fazer, também não espere que alguém faça. Apesar de que sei que para algumas pessoas é até melhor fazer do que receber.

Tem pessoas que sentem tesão em ver o outro com tesão

tesao feminino

Porra, cara! Não tem nada mais excitante que ver a outra pessoa gostando do que está acontecendo. Você se inspira, você quer mais. Fazer o outro sentir tesão é sim uma maneira de te deixar ainda mais excitado e no clima. É entender que tudo que está acontecendo está sendo bom para ambos. Pois nada pior que fazer sexo com alguém totalmente desinteressado, parecendo um boneco, uma parede. Seria melhor ter ficado em casa batendo uma, seria mais prazeroso, afinal, você se conhece. Por falar em conhecer, aí está mais um fato.

Os homens não conhecem os desejos das mulheres.

Sim, eu sei, cada um tem seu gosto, seu desejo. Mas aí vem a mágica, o interesse. O interesse em saber o que o outro gosta, o que não gosta e claro, o tato. Perceber aonde a pessoa reagiu melhor, aonde ela não curtiu. Falando nisso, tem gente que nem sabe o que é, nem aonde fica um clitóris…

Aonde fica o clitóris?clitoris aonde fica

Se a pessoa pouco está interessada no gozar da outra, você acha mesmo que ela vai saber aonde fica o clitóris? Óbvio que não! Se quer consultar o tio Google para saber aonde fica, a criatura se dá o trabalho, imagina perguntar para a outra pessoa.

O que falta entre as pessoas é o diálogo, mas como você vai dialogar sobre um problema que você se quer conhece. Sim, os homens não se importam com isso, logo não acham que isso seja um real problema. A vida são os seus casulos, perfeitos e intactos. Onde eles possam aliviar todos os seus problemas com uma bela gozada.

Você precisa ler: Ele acha tudo, menos o clitóris

Por um mundo com menos homens egoístas

Sempre encarei o sexo como algo que você realmente faz a dois ou a três, quatro, cinco… Logo, se o outro não goza o sexo é um fracasso! Mesmo sabendo que nem sempre a culpa é minha, até porque o gozo da outra pessoa necessita de diversos fatores. Como vontade, tesão, concentração, entre outros. Eu me culpo, me sinto envergonhado e frustrado quando isso acontece. Lembrando, a culpa do outro gozar não é sua, mas se você não se esforçou para isso, é sim culpa sua!

O mínimo que a outra pessoa devia sentir é uma sensação de que algo não está completo. Porque um sexo em que ambos não gozaram não é um sexo completo e com certeza tem algo de errado. O que faz com que você se questione em relação a isso. Logo, questione a outra pessoa para saber se está tudo bem, o que está acontecendo, se foi algo que você fez, entre outras perguntas que apesar de serem constrangedoras, são vitais para um relacionamento e porque não, para um sexo casual.

Você precisa falar!

O problema é que nenhum dos dois lados se manifestam depois de um sexo fracassado. Uns talvez por não entenderem aquilo como um fracasso, outros por vergonha. Eu sinceramente acho que na maioria desses casos quem sai frustrado são as mulheres. Logo, cabe a você mulher falar que não está bom, que não está gostando. Que você também quer gozar. Que você também precisa disso!

Está mais do que na hora das mulheres falarem abertamente sobre isso. Sobre o seu prazer, o seu gozo. Pois mulheres também merecem gozar!


Compartilhe com os coleguinhas!

Deixe seu comentário

Deixe seu comentário