Sentimento a gente não escolhe

Chego a embargar a voz na tentativa de explicar o que você tem feito comigo. Me perco em meio a tudo que sinto por você. Imagine o quando dói, olhar para o lado e ver seu par atual batalhando sozinho pelo relacionamento. Tenho uma pessoa maravilhosa ao lado, dando tudo por mim, mas não estou inteiro nisso. É simples, eu ainda te amo.

Tenho aceitado as migalhas do teu amor, mesmo que você volte apenas para desabafar, ou conversar sobre os problemas da sua vida. É ruim e bom ao mesmo tempo. Mesmo se for um bom dia pelo celular… É esse jeito fofo que só você tem de me agradar, que me amolece!

Leia também: Enquanto ainda existir amor

O que eu faço com esse sentimento que grita seu nome dentro de mim? Não sei. Realmente me perco nas lembranças do teu toque e do teu perfume. Fecho os olhos para dar play no teu áudio, porque eu adoro a sua voz dizendo qualquer coisa…

Fico confuso quando você faz essa mágica toda. Aparece quando bem entende, quando eu sou útil, quando me faço conveniente para te ouvir e te dar forças. Consegue entender que não vai mais rolar amizade? Depois do que a gente viveu, é impossível pra mim! Porque ao mesmo tempo que quero mais de você, há o outro lado que quer fechar essa porta.

Angustiado e confuso, recosto a cabeça sobre o peito de quem eu tenho certeza que vai me acolher em todos os momentos. Porque é quem me ama e faria tudo para me ver sorrindo. Temo estar sendo para quem me ama, a pessoa que você é para mim. Preciso estar inteiro nisso, preciso fechar a porta, mas é assim… Sentimento a gente não escolhe.

Leia mais textos dessa autora: aqui

Deixe seu comentário

Deixe seu comentário

COMPARTILHAR
Artigo anteriorO amor é simples e está nas pequenas coisas
Próximo artigoDesconcerto
Sou psicóloga, escritora e produtora de conteúdo para internet. Mas também gosto de maquiagem, de séries, de cozinhar para os amigos, de cuidar dos gatineos, de amar as pessoas como se não houvesse amanhã e que claro, volta e meia guardar uns ranço porque ninguém é de ferro! Se você leu algum texto meu, por favor, expresse sua opinião nos comentários. Vou adorar o seu feedback!