Vamos viver tudo que há pra viver

Vamos viver tudo que há pra viver

Cara, nunca fui mulher de sentir pouco. Por esse motivo, sempre achei que não merecia pouco sentimento de ninguém, mas tu viu como ele é comigo? Era aquilo ali há quatro meses atrás. Talvez tenha sido por isso que me apaixonei na velocidade da luz.

O destino não nos foi generoso, as coisas aconteceram rapidamente e quando ele percebeu o quanto eu estava envolvida, simplesmente correu. De todos os textos que escrevi, recriminando e culpando ele por ter me feito sofrer, esse é o mais sensato de todos. Condiz totalmente com a nossa realidade. Realidade essa que não quero deixar de viver, entende?

Os pensamentos estão organizados, o coração já não bate mais na garganta, porque sei exatamente o que ele quer de mim. Se forem só algumas horas de prazer, o que há de mal nisso? Mas também não é só prazer, tem o carinho de dedo, aquele de pegar na mão e ficar passando o polegar, sabe?

Esse é um dos carinhos mais sinceros. Tem o peito pra eu deitar após nossas respirações aceleradas. Não há jeito de eu ficar virada de costas. É olho no olho, gosto disso! Tem aquela passada de barba nas minhas costas, meu ponto fraco, ele sabe me seduzir, definitivamente.

Você vai gostar: 7 motivos para os homens preferirem o Tinder a um contato real (você precisa conhecer o número 4)

Eu sei o que ele quer

 

Ontem conversamos muito sobre nós, deixamos tudo muito claro. Eu posso estar sendo a pessoa mais idiota do mundo por permitir que ele goste de mim assim, mas os outros nunca me faziam bem em sentido algum. E agora não ligo para o depois, é só sexo? Que seja! Esse momentos são ótimos, e eu preciso me sentir bem de alguma forma.

Tu viu meu sorriso na foto? É daquilo ali que eu preciso, nem que seja uma vez na semana, ou uma vez no mês, não importa. Dessa vez, não estou iludida, estou consciente, entende? Não vai ser como foi antes, porque agora está tudo muito nítido. Sem redomas de vidro, sem altar para elevá-lo. Ontem fomos o que éramos, eu tenho ele de um jeito que ninguém mais tem, isso pode não parecer o bastante para algumas pessoas, mas pra mim, tá ótimo.

Você sabe a sensação de dormir e acordar feliz? Então, eu acordei assim, com o cheiro dele nos meus lençóis e no meu corpo. E se mais uma vez não der certo? Eu simplesmente terminarei tudo, simples assim. Sem lágrimas, sem arrependimentos. Eu só estou me permitindo sorrir, foi a única forma que encontrei. Acho que não há mal algum nisso, não é mesmo?

“Vamos viver tudo que há pra viver, afinal, temos tão pouco tempo”

Deixe seu comentário

Deixe seu comentário

Tags : Mariana GarcezVamos viver tudo que há pra viver